Ventiladores

Ao contrário dos ventiladores tradicionais, o patenteado “ventilador de conforto” não tem um, mas dois dutos do ar: um duto helicoidal de fluxo difuso e um duto central, de fluxo concentrado. A geometria do duto difuso gera um efeito de redemoinho, espalhando o fluxo em uma grande área e criando uma “nuvem” de ar dentro da cabine do veículo. Ao invés de ter um efeito irritante sobre os ocupantes do veículos, ele é percebido como um fluxo difuso, sem corrente direta de ar. O duto de fluxo central, por outro lado, oferece uma corrente de ar altamente focada e precisamente dirigida.

Os ocupantes do veículo podem misturar combinar estes dois tipos de fluxo do ar de acordo com as condições e com as suas preferências de conforto, criando diversas opções de ventilação:

  • Ventilação sem corrente de ar: o ar flui através do duto difuso e se espalha por uma grande área.
  • Ventilação direta: o ar passa através do duto concentrado, formando um fluxo muito direto focado em uma área em particular.
  • Ajuste tradicional de ventilação: uma combinação de fluxo do ar difuso e concentrado, correspondendo àquela proporcionada por um ventilador tradicional.